AO VIVO: CPI da Covid-19 ouve empresário Luciano Hang; acompanhe

Dono da rede de lojas Havan será questionado sobre financiamento de notícias falsas sobre a pandemia e a morte de sua mãe, internada em um hospital da rede Prevent Senior

Reprodução/InstagramConvocação do bolsonarista dividiu os senadores do G7, que temem que sessão seja marcada por tumultos

A CPI da Covid-19 ouve, nesta quarta-feira, 29, o empresário bolsonarista Luciano Hang. A convocação atende a um pedido do relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL). O dono da rede de lojas Havan será questionado sobre o financiamento de notícias falsas sobre a pandemia do novo coronavírus, o incentivo ao chamado “tratamento precoce” e o caso envolvendo a sua mãe, Regina Hang. Segundo informações em posse dos membros do colegiado, ela recebeu medicamentos do “kit-Covid” e morreu por complicações causadas pela doença no hospital Sancta Maggiore, que integra a rede da operadora de saúde Prevent Senior. Os parlamentares dizem ter elementos que comprovam que o atestado de óbito de Regina foi manipulado para omitir informações. Em um vídeo divulgado em suas redes sociais, Hang não fez menção ao uso de fármacos comprovadamente ineficazes, mas afirma que a mãe poderia ter sido salva se tivesse feito “tratamento preventivo”.

Como a Jovem Pan mostrou, a presença do empresário no Senado dividiu os senadores do grupo majoritário, o G7, que temem que a sessão seja marcada por tumultos e sirva de palanque para o depoente. Em uma publicação em seu perfil no Instagram, Hang afirmou que está “tranquilo” porque tem “a verdade” ao seu lado. “Todas as acusações a meu respeito são mentirosas e não existem provas contra mim”, disse. Na gravação, ele também provoca Renan Calheiros, relembrando as investigações envolvendo o alagoano. Acompanhe a cobertura ao vivo da Jovem Pan:

11:16 – Renan chama Hang de ‘bobo da corte’ e Flávio Bolsonaro interrompe: ‘Que cinismo’ 

Em seu discurso, o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), citou a existência de um “bobo da corte”, sem citar o empresário Luciano Hang, e gerou a reação de Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ). “Está chamando o depoente de bobo da corte? Que cinismo, relator. Que cinismo, rapaz. Tenha seriedade, pelo menos”, disse. “Hoje não vou aceitar nenhuma provocação e vou cumprir minha parte”, respondeu o emedebista.

11:11 – Hang e senador discutem sobre ‘fake news’ envolvendo lojas da Havan

Na parte final de seu discurso inicial, o empresário Luciano Hang afirmou que “diziam que a Havan era dos filhos do Lula, da filha da Dilma”. “Quem disse isso?”, questionou o presidente da CPI da Covid-19, Omar Aziz (PSD-AM). “O povo”, respondeu Hang. “Foi a deputada Zambelli”, emendou o senador Humberto Costa (PT-PE). “Isso, até a deputada caiu na fake news”, replicou o depoente. “Caiu não. Ela criou”, ironizou o petista.

11:07 – ‘Não sou negacionista, nunca duvidei da doença’

O empresário Luciano Hang rejeitou o rótulo de negacionista. Em sua fala inicial, afirmou que “nunca” duvidou da vacina. Ainda acrescentou que nunca fez parte de “nenhum gabinete paralelo”.

11:04 – Hang exibe vídeo da Havan e senador reage: ‘Propaganda da empresa’ 

A pedido de Luciano Hang, a CPI da Covid-19 exibiu um vídeo sobre as lojas Havan. O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) reagiu: “Com todo respeito, senhor presidente. Isso é propaganda da empresa do depoente”.

11:02 – Luciano Hang: ‘Morte de minha mãe é usada politicamente, de forma vil’

Luciano Hang afirmou que a morte de sua mãe, Regina Hang, foi usada “politicamente, de forma vil, baixa e desrespeitosa”. O presidente da CPI da Covid-19, Omar Aziz (PSD-AM), reagiu, relembrando que o empresário gravou um vídeo no qual diz que sua genitora poderia ter sido salva se tivesse usado medicamentos comprovadamente ineficazes para o tratamento da doença. Além disso, dossiê de médicos denunciantes da Prevent Senior, ao qual a Jovem Pan teve acesso, mostra que a certidão de óbito de Regina teria sido adulterado, omitindo a infecção por coronavírus e o uso do chamado “kit-Covid”.

10:56 – ‘Não fiz nada de errado e CPI não tem prova contra mim’, diz Hang 

O empresário Luciano Hang afirmou, em sua exposição inicial, que não fez “nada de errado” e que a CPI da Covid-19 “não tem prova contra mim”.

10:53 – Depois de dizer que não buscou STF por habeas corpus, Luciano Hang se nega a prestar compromisso de dizer a verdade

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o empresário Luciano Hang afirmou que iria à CPI da Covid-19 de “peito aberto”, disposto a dizer “a verdade”. Na gravação, ele também disse que não ingressou com um pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF). Entretanto, se negou a prestar o compromisso de dizer a verdade.

10:46 – Flávio Bolsonaro aparece na CPI para defender Luciano Hang 

Em uma rara aparição na CPI da Covid-19, sobretudo após ter sido alçado à condição de suplente da comissão, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) compareceu ao Senado para defender o empresário bolsonarista Luciano Hang. No dia de um depoimento muito aguardado, a tropa de choque do Palácio do Planalto está presente em peso.

10:43 – Empresário bolsonarista chegou ao Senado pulando, escoltado por governistas

Vestindo um paletó verde a uma gravata amarela, Luciano Hang chegou ao Senado pulando, acenando aos profissionais da imprensa e batendo palmas. Ladeado pelos senadores governistas Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), Luis Carlos Heinze (PP-RS), Jorginho Mello (PL-SC), Marcos Rogério (DEM-RO) e Marcos do Val (Podemos-ES), o empresário bolsonarista afirmou que falará “a verdade”.

10:41 – Hang tentou entrar com algemas no Senado, mas foi barrado por detector de metais

O empresário Luciano Hang tentou entrar com algemas no Senado, mas foi barrado pelo detector de metais da Casa. Na segunda-feira, 27, ele gravou um vídeo algemado, em tom provocativo. Questionado por jornalistas, antes do início da sessão, sobre a postura do depoente, o relator da CPI, Renan Calheiros, afirmou: “Se um dia ele tiver que ser algemado, ver o sol quadrado, não será por decisão da CPI. Será por decisão da Justiça. Nós já estamos acostumados com esses bobos da corte. Esse não será o primeiro nem o último”.

10:33 – Omar Aziz abre a sessão

Presidente da CPI da Covid-19, o senador Omar Aziz (PSD-AM) deu início aos trabalhos desta quarta-feira, 29.



Fonte: Jovem Pan