Incontinência urinária: é possível conviver e prevenir os escapes